Quão frescos podem ser nossos alimentos?

Se somos o que comemos, a origem de nossos alimentos é uma discussão necessária. E não estamos apenas falando sobre os alimentos industrializados. O quão frescos são os vegetais que consumimos? Qual a distância e como eles percorrem o caminho da fazenda até as mesas de nossas casas?

Se pararmos para pensar friamente sobre tudo isso dá pra ficar doido e dar uma bela surtada. E justamente por sentirmos essa insegurança quando se trata de nossa alimentação é que adoramos ter descoberto o projeto The Farmery da Carolina do Norte, Estados Unidos.

1

O The Farmery nos convida a repensar a forma como compramos nossos vegetais ao propor que eles sejam cultivados bem ali onde são comercializados. Este protótipo de projeto de agricultura sustentável urbana elimina transporte, acondicionamento, serviços terceirizados e outras etapas que garantem produtos de melhor qualidade com redução de custos. Já é possível produzir e comercializar nesses locais folhas hidropônicas, hortaliças, ervas e temperos em geral, além de cogumelos de vários tipos.

Funciona assim: pra garantir a luz solar, a produção agrícola deve sempre ocupar o andar superior do galpão, onde os vegetais se desenvolvem em estruturas verticais. A comercialização fica no andar inferior,com alimentos recém colhidos à disposição do público. A experiência fica completa com a cafeteria que oferece cardápio com poucas opções de pratos, dando prioridade aos alimentos de cada estação.

2

Curtiu a ideia? Na loja do site você também pode adquirir estruturas e montar a sua própria parede verde em casa.

Go green or go home!

No Reuse Ideias você encontra de tudo que pode ser reusado, repensado e reciclado: ideias, pensamentos, moda, gastronomia, design, música, arte, atitude e muito mais. Tudo que já foi e pode ser novo de novo, porque o que vale é se reinventar.